30 de jul de 2011

Meu cartão de crédito foi "CLONADO"

Oi amores,

                                   Hoje não tenho imagens, nem artes prá postar.

Tenho sim uma baita dor de cabeça que começou no dia 26/07/2011, precisamente as 20:15hs., quando cheguei em casa e recebi um telefonema da Americanas.com, um funcionário chamado Thômas, queria saber se eu estava efetuando uma compra na loja virtual, porque havia um pedido para ser aprovado e com entrega para Minas Gerais, na cidade de Governador Valadares. De imediato falei: não estou comprando nada, alías, quase não uso meu cartão e não conheço ninguém em Minas.... meu Deus... que dor de cabeça. O rapaz falou alguma coisa tipo: iremos cancelar ou coisa assim.
Fiquei tão nervosa que não conseguia raciocinar direito,liguei para a Americanas.Com. e qual foi minha surpresa... havia OITO pedidos de compras feitas, sendo TV de Plasma com suporte, celular, relógio, GPS, game e até urso de pelúcia!!!!! O atendente pediu para que eu ligasse para a Administração do cartão.

Aí meu bem...., toca ligar para a administradora do cartão e lá ser atendido por uma pessoa sem paciência, que ficou ditando, isso mesmo, "ditando" as comprar feitas em meu cartão, eu, muito nervosa claro, pedia para que a atendente repetisse, porque além da má vontade, o fone dela ficava longe do boca e não tinha uma pronuncia muito clara. Pensem numa pessoa muito nervosa, desesperada, pois meu limite havia estourado fazia tempo, ou melhor do dia 20 ao dia 27/07 e o Cartão não identificou a CLONAGEM.
A atendente explicou muito mal os procedimentos e pediu que eu aguardasse 10 dias corridos, onde  receberei um formulário para preencher todas as compras feitas (que foram ditadas)  indevidamente em meu cartão, para ser analisado para uma contestação. O que ela fez foi bloquear meu cartão (já estourado) e pedir a tal contestação. E o pior, disse que faria até os gastos feitos até o dia 23/07 e que eu deveria aguardar o dia 04/08 para "Eu" pedir para contestar os demais pedidos. Como assim????? A resposta: Senhora só posso contestar até tal data!
Anotei o número do protocolo que "EU' pedi, porque a mesma não havia sequer mencionado e mandou esperar, disse que cancelaria provisoriamente as compras da minha fatura e que a Administradora teria 60 dias úteis para analisar a contestação. Sem contar que ainda tenho que ligar novamente.
Bom, assim a "Flor" terminou a ligação e perguntou ainda se eu tinha interesse num cartão adicional (?????), não né!!!!!
Mas meu marido não ficou satisfeito com o procedimento e procurou na internet, quais os procedimentos que nós teríamos que fazer. Primeiramente depois de bloquear o cartão e anotar o protocolo (importante viu), ir até uma delegacia e fazer um Boletim de Ocorrência, coisa que a funcionária nem tocou no assunto. E no outro dia liguei para a Americanas.com e solicitei o cancelamentos de todos os pedidos feitos, que para a sorte ainda não haviam sido entregues ainda, eles mesmos haviam detectado uma fraude. (lembra da ligação do Thômas???), lá eles me deram toda a atenção possível e os protocolos necessários, bem como o endereço completo de onde seriam entregues os pedidos. Super diferente da atendente do meu cartão.
Já nas Casas Bahia..com, a atendente me deixou na linha por 30 minutos, mandando eu aguardar e antes de eu dar meu nome a ligação caiu.
Lembrando que eu estou tendo gastos de telefone e tempo, pois preciso fazer as ligações no período comercial e faço isso do meu trabalho.
Também foram comprados passagens aéreas pela TAM e AVIANCA, e mas gastos em outras lojas. E o estranho é que fazendo os cálculos do que foi gasto, conforme o que "aquela atendente" me informou, ultrapassa o valor de R$ 7.000,00, mas meu limite era BEM menor.
Pelo meu entendimento a Operadora /Administradora do cartão é quem tem que se responsabilizar pela Clonagem, não o consumidor.



Outro assunto chato: Quinta-feira, uma funcionária de uma empresa aérea, entrou num ônibus lotado e enraivecida, avançou para cima de uma prima grávida de 7 meses, com palavrões e unhadas, a pobre ficou num estado de nervos que só vendo. Começou assim: "a louca" uma loira bem arrumada e maquiada, ao passar pela catraca empurrou a Renata que estava em pé (como a barriga não é grande, ninguém dá um lugar), e foi alertada que se tratava de uma gestante e  assim mesmo a mulher xingou e jogou uma mochila enorme sobre a mesma. E aí começou uma briga, bem na catraca, a louca de um lado e alguns passageiros indignados do outro, foi tapas, puxão de cabelo, unhadas... péssimo, a louca foi colocada nos fundos do ônibus e ficou lá toda descabelada e ainda correndo o risco de apanhar dos passageiros. O ocorrido parou por aí, mas eu acho que o motorista deveria ter parado o ônibus e acionado uma viatura da policia, pois se as pessoas saem por aí agredindo e fica por isso mesmo, ela farão mais vezes... ficando impune.